Ambientalista de Diadema ganha homenagem em festival de cinema

Image

O FESTCiMM (Festival de Cinema no Meio do Mundo) homenageou, em sua 3ª edição, o ambientalista de Diadema, Fernando Vitor de Araújo Alves. O festival exibiu, entre os dias 4 e 8 de maio, o documentário Diadema e a Represa Billings aos olhos de Fernando Vitor, dirigido por Diaulas Ulysses em parceria Jandyra Massue Uehara Alves, filha de Vitor.

Em entrevista para o RD, o cineasta Diaulas Ulysses conta que a família do ambientalista doou diversos materiais para o Centro de Memória de Diadema em 2005, e assim, o projeto de Ulysses se iniciou. “O Arquivo Fernando Vitor é constituído por filmes, fotos, negativos, slides, 2.100 recortes de jornais de 1966 até 1991, 21 documentos de autoria ou coautoria do titular, 169 colunas e matérias assinadas em jornais e revistas e 15 dossiês sobre questões ambientais e da política local”, conta o diretor do documentário.

Ulysses mora em São Bernardo e dirige vários filmes em toda a região. Ao receber os materiais da família de Vitor, o cineasta diz ter se encantado imediatamente tanto pela história do município, quanto pelo conteúdo dos arquivos. “Foi lindo ver todo aquele material, os carreteis de filmes de filmes em Super 8( tipo de formato cinematográfico). Sempre gostei de fazer documentários onde a pesquisa é importante para descobrirmos esses olhares do passado e que eles possam refletir a força no presente”, diz Ulysses.

Fernando Vitor nasceu no Rio de Janeiro em 1943 e foi um importante ambientalista da cidade de Diadema. Nas palavras de Ulysses, não só defendeu a Represa Billings com muita insistência, mas também esteve no movimento da não construção da usina Nuclear de Angra, e foi um documentarista que registrou, em fotografia e filmagens Super 8, diversos momentos importantes da construção da cidade na década de 1970.

O documentário de Diaulas Ulysses possui 20 minutos de duração e está disponível no link DIADEMA E A REPRESA BILLINGS AOS OLHOS DE FERNANDO VITOR 2021 – Mostra Festcimm 2021 até dia 15/05 (sábado), assim como as outras obras do festival.

Leia a reportagem no RD Repórter diário

Compartilhe esta página

Deixe uma resposta

Ambientalista de Diadema ganha homenagem em festival de cinema