22 min – Documentário

L

Diretor – Jefferson Sousa – 21:56`- Pernambuco – Brasil Sinópse Na zona rural da pequena cidade de Itapetim, no interior de Pernambuco, Leonardo Bastião vive, um poeta que nunca aprendeu a ler e escrever, mas que construiu através de sua poesia popular um incrível universo cultural sobre a conectividade de as pessoas de uma região semiárida com natureza e deus. Depois de quase sete décadas de anonimato, os vídeos de Leonardo declamando seus versos alcançaram milhões de visualizações na internet e até geraram um livro transcrito pelos fãs. Em 2019, aos 74 anos, Leonardo reflete sobre a vida, a natureza e o passado, enquanto estudiosos da cultura popular tentam explicar o fenômeno midiático e linguístico que é sua vida e obra.
Rating: 4.8/5. de
Por favor aguarde...

LEONARDO BASTIÃO, O POETA ANALFABETO

Este post tem 13 comentários

  1. Babeca Das Umburanas

    Parabéns Jefferson por este precioso trabalho. Leonardo Bastião é um poeta admirável ,bem como os outros poetas analfabetos itapetinenses, é um dom divino! Sou admiradora da poesia e em especial sou fascinada por eles. Continue sendo esse sertanejo autêntico,sempre que puder divulgue a nossa terra,o nosso povo,nossos valores,nossa cultura! Serei sempre sua admiradora,sucesso!

  2. ALEXANDRE PÉ DE SERRA

    Um filme que expressa a cultura verdadeira do povo nordestino ,especialmente do Pajeú pernambucano. Relata como o simples é perfeito e como a arte é vida…..

  3. lilian lucena

    O documentário exalta a beleza nordestina através da poesia de Leonardo Bastião, um poeta que nos nos ensina e encanta com suas belas palavras.

  4. Itapetim Bernardo Ferreira

    Filme muito importante para a cultura do sertão e da poesia popular! Lindo!

  5. Bisaco Do Bernardo

    Documentário muito bonito e essencial. Parabéns aos realizadores e a Leonardo!

    1. Mayara Pereira

      Esse filme me fez repensar tanta coisa na minha vida. A poesia de Bastião precisa ser propagada aos 4 ventos. E parabéns a Jefferson pela sensibilidade ❤️

  6. janilson Puran

    Pense na prova viva da educação não formal e que a vivência ensina, tão quanto a educação, leitura crítica fantástica…uma honra viver pra ver esse homem…recitar.

Deixe uma resposta